Roots of Creation Studio vence Createc 2.0

Roots of Creation Studio vence Createc 2.0

Teve lugar no passado dia 28 de Novembro a Gala Final da Createc 2.0, na incubadora do Standard Bank. Durante o evento foram premiados projectos que tiveram maior destaque como o caso da Roots of Creation Studio que foi o vencedor da Createc 2.0.

Foram também premiados a Taduma, empresa que cria tecnologias de informação e comunicação – e Salão Afrocêntrico Carapinha – um instituto de beleza que tem como veículo de transmissão de valores educacionais, culturais e de saúde –, em segundo e terceiro lugares, respectivamente.

Ainda que não se tenham sagrado vencedores, todos os grupos foram concedidos três minutos para a apresentação dos seus projectos, perante um público marcadamente por empresários e investidores, bem como agentes culturais e amantes das artes.

Por isso, o evento foi uma perfeita montra de exposição de ideias de negócios e de capacidade individual que possa ser preponderante para os demais empresários participantes do evento. Aliás, no fim da cerimónia foi o que se notou no momento dedicado a network.

“Foi muito difícil, para já devo dizer”, foi assim que Tânia Tomé, representante dos membros do júri, começou a sua locução para o anúncio dos grupos vencedores. Tomé, antes de chamar os grupos vencedores, preferiu dividir com os presentes os requisitos que ditaram os premiados: “em primeiro lugar, consideramos a forma como se identificou o problema e como se identificou a solução; em segundo, a viabilidade económica do próprio projecto; a forma criou a sua inovação, em terceiro; em quarto lugar o uso de tecnologia para conseguir criar essa escalabilidade que no final do dia é o que precisamos com os empreendedores e, por último, a apresentação – toda a parte de conteúdo que um pitch deve conter, a forma oral e a confiança na apresentação, a forma como respondeu às perguntas do júri, bem como a forma artística com que apresentou os seus produto.”

A Roots of Creation trabalha com reciclagem e reaproveitamento de resíduos sólidos a fim de sensibilizar as pessoas sobre a necessidade de reaproveitar e reciclar, como forma de manter uma boa saúde pública e ajudar na preservação do meio ambiente.

A forma de acção é a criação de objectos artísticos e de design que comunicam com os observadores e os possam fazer reflectir sobre os aspectos acima citados. Sendo uma Start-Up “temos como desafio sensibilizar, disseminar a informação sobre a importância da boa gestão dos resíduos sólidos, ter fácil acesso a nossa matéria prima (resíduos sólidos) e dar a conhecer os nossos produtos e serviços”, refere o documento de apresentação.

Para o efeito, “pretendemos realizar workshops e exposições nas comunidades, usar a media e outras plataformas digitais, criar e divulgar vídeo-aulas, cartazes e áudios sobre a boa gestão dos resíduos sólidos e preservação do meio ambiente.”


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique