Rússia e Ucrânia trocam 70 prisioneiros

Rússia e Ucrânia trocam 70 prisioneiros

A Rússia e a Ucrânia iniciaram hoje a troca de prisioneiros, trata-se de 70 prisioneiros, 35 de cada uma das partes. Esta é uma troca de prisioneiros que era aguardada pela Ucrânia depois de 5 anos de tensões entre os dois países.
 
Estes números incluem os 24 marines ucranianos capturados no ano passado pela Rússia, segundo indicou o advogado que representa os militares.

Vladimir Putin, presidente da Rússia, anunciou a conclusão para breve de uma troca "em grande massa" de prisioneiros com a Ucrânia, uma medida que assinala um declínio nas tensões entre os dois países.
"Estamos a aproximar-nos da finalização das negociações. Será uma normalização completa das nossas relações. É inevitável. Somos duas partes da mesma pessoa", indicou Putin.

Em julho, o Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, propôs à Rússia trocar o cineasta ucraniano Oleg Sentsov, condenado a 20 anos de prisão por Moscovo, pelo jornalista Kirill Vyshinskiy julgado por "alta traição" em Kiev.

O conflito entre os dois países intensificou-se em 2014, quando a Rússia anexou a península da Crimeia. Desde então, dezenas de ucranianos e de russos foram detidos por acusações de traição ou de incitamento ao separatismo.


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique