“Sala da Paz” diz que ciclone e ataques em Cabo Delgado comprometem recenseamento eleitoral

“Sala da Paz” diz que ciclone e ataques em Cabo Delgado comprometem recenseamento eleitoral

O recenseamento eleitoral arrancou a 15 de Abril em todo país. E, desde a fase da preparação, a plataforma de observação eleitoral, Sala da Paz, esteve sempre atenta  ao  processo.

Assim, volvidos três dias,  a “Sala da Paz” constatou que os efeitos combinados do ciclone Idai e cheias no centro do país e os ataques em Cabo Delgado estão a comprometer a realização do recenseamento eleitoral.

Na província da Zambézia, a plataforma “Sala da Paz” verificou que nos distritos de Namacurra, Maganja da Costa, Nicuadala, Quelimane, Pebane, Mocuba, Chinde, Mapeia e Luabo, onde existem 1.144 postos de recenseamentos, 100 destes foram destruídos, o que corresponde a um total de 8.74 por centro de postos, destruídos. Em Sofala, existem, nos distritos de Búzi, Beira, Dondo, Muanza e Nhamatanda, 425 postos de recenseamento e destes 139 ficaram destruídos, o que corresponde a um total de 32.71 por cento de destruição, sendo que esta foi a província mais afectada. Já em Manica, concretamente nos distritos de Macate, Mossurize e Sussundenga existem 433 postos de recenseamento e 11 destes foram destruídos, o que corresponde a 2.54 por centro de destruição. Ainda na zona centro, a província de Tete foi a menos afectada, sendo que apenas os distritos de Macanga e Chifunde, onde existem 425 postos de recenseamento, todos estão operacionais.

No que diz respeito à Cabo Delgado, a plataforma “Sala da Paz” ainda não tem dados, mas assegura que a situação dos ataques está a comprometer o recenseamento eleitoral.

Para as zonas afectadas pelo Ciclone Idai a plataforma da sociedade civil propõe a recalendarização do recenseamento eleitoral para evitar que alguns cidadãos sejam excluídos do processo.

Em todo país, a “Sala da Paz” constatou atrasos na abertura dos postos de recenseamento e o uso de cartazes e panfletos com datas erradas para educação cívica pelo STAE.


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique