Sindicato dos trabalhadores da indústria hoteleira, turismo e similares denunciam violações de direitos laborais

Sindicato dos trabalhadores da indústria hoteleira, turismo e similares denunciam violações de direitos laborais

O Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Indústria Hoteleira, Turismo e Similares denunciou hoje que cerca de 6115 trabalhadores foram despedidos por “alguns patrões desonestos” sem o devido cumprimento da Lei do Trabalho devido aos efeitos da COVID-19.

Falando em conferência de imprensa, Luís Macuácua, secretário-geral do sindicato, referiu que a organização está a trabalhar com os empregadores no sentido de repor a legalidade.

Nas contas da organização, até aqui, a COVID-19 ameaça colocar no desemprego 33 por cento da mão-de-obra do sector, o equivalente a 21507 trabalhadores do total de 64640.º

Os sindicalistas revelam ainda que mais de 900 trabalhadores viram os seus contratos rescindidos sem indemnizações e outros mais de 2 mil com indemnizações.

Nas cálculos do sindicato, cerca de 107 mil pessoas, entre elas familiares, estão a ser afectadas negativamente pelo impacto da pandemia no sector de turismo.
 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique