Sindicato protesta subida do preço de combustível no Zimbabwe

Sindicato protesta subida do preço de combustível no Zimbabwe

A crise económica no Zimbabwe está cada vez pior. A baixa circulação do dólar norte-americano elevou o preço de vários produtos básicos, incluindo medicamentos e combustível. Semana passada, o governo do presidente Emmerson Mnangagwa decidiu duplicar o preço do combustível em 150% para conseguir o valor de importação deste produto que anda escasso no país e faz com que as filas de veículos sejam longas e demoradas.

A ZCTU, maior organização dos sindicatos do Zimbabwe, discorda do aumento do preço de combustível e convocou uma greve geral esta segunda-feira. Em reacção, as autoridades zimbabweanas mobilizaram polícias anti-motim em várias cidades.

Ao protesto junta-se o dos professores que reclamam por melhores condições de trabalho e aumento do salário. Zimbabwe adoptou o dólar norte-americano em 2009, durante o regime de Mugabe.

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique