Sukuma debate cidadania no Azgo Dialogar

Sukuma debate cidadania no Azgo Dialogar

Stewart Sukuma é um dos convidados para a presente edição do Azgo Dialogar, o seminário de reflexão sobre a indústria criativa e cultural do Festival Azgo, marcado para dias 16 e 17 de Maio, na Escola de Arte e Comunicação da Universidade Eduardo Modlane (ECA-UEM).

Sukuma irá debater o tema “Música e cidadania: movimento cívico de divulgação eleitoral” no Azgo Dialogar, que neste ano tem como propósito geral reflectir em torno de “Arte e Cidadania”.

Aconvite do Secretariado Técnico de Administração Eleitoral (STAE), desde as primeiras eleições presidenciais e legislativas (1994) até aos dias de hoje, Sukuma tem um papel activo no campo cívico, na promoção da cidadania e da democracia assumindo a produção e organização das campanhas cívicas do recenseamento eleitoral e do direito ao voto, levadas a cabo pelo STAE.

Sukuma irá partilhar a sua visão e o seu conhecimento junto de um público composto essencialmente pela comunidade académica e artistas. No Festival Azgo, o músico vai actuar no dia 18, no Tributo a Oliver Mtukudzi, e no dia 19 de Maio, com a sua Banda Nkhuvu, no campinho da Mafalala, no âmbito da promoção da cidadania.

 

Azgo continua a envolver crianças

O Azgozito, programa do Festival Azgo para a infância, que se aplica a arte-educação, envolvendo alunos do ensino primário, neste mês, não fugirá à regra e o festival dos pequenos vai acontecer na manhã do dia 18, no Campus da UEM, em Maputo.

Trata-se de um reconhecimento do Festival Azgo da importância de envolver as crianças nas artes desde a mais tenra idade, inspirando-as para mentes criativas e para que não fiquem por fora deste grande evento.

As crianças e alunos têm a oportunidade de praticar actividades com os músicos que actuam no Festival Azgo e artistas visuais de Moçambique, numa zona específica, preparada para que se sintam acomodadas e à vontade para brincar, aprender e interagir, com actividades que chamam à sua consciência para questões ambientais, da valorização do património cultural e do conhecimento no geral.

O Azgozito acontece, assim, através de mini-concertos, oficinas criativas em percussão, canto, criação de maquetes, criação de livros, fotografia, afro dance, teatro e criação de instrumentos. E, tal como no Azgo, a música é um dos fortes do Azgozito. Nesse sentido, um dos principais convidados é o músico Fernando Luís, conhecido intérprete de música para infância, bastante memorizado na história cultural do país.

O evento contará ainda com os concertos da Orquestra da Escola de Comunicação e Artes da Universidade Eduardo Mondlane e do colectivo Amatuwetwe. Os espectáculos não param na música, haverá ainda espaço para a apresentação das Marionetas Gigantes, Acro Dance, Pernas de Pau e Balé.

O Azgozito tem-se destacado ao envolver alunos de escolas públicas e privadas da capital, além das crianças de Maputo, com acesso gratuito. Aliás, prova do seu crescimento, foi a sua realização, em 2018, pela primeira vez, na província de Nampula.

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique