TA diz que já tem elementos para avançar com processo das dívidas ocultas

TA diz que já tem elementos para avançar com processo das dívidas ocultas

Ano e meio depois da PGR ter pedido ao Tribunal Administrativo a responsabilização financeira dos gestores públicos e das empresas do Estado implicados nas dívidas ocultas, Machatine Munguambe garante que em breve já haverá novidades no processo.

Segundo o Presidente do órgão, Machatine Munguambe, já foram recolhidos dados suficientes para que os processos possam ser acusados.

Munguambe diz que a aparente lentidão que o processo teve no tribunal que dirige, foi por uma questão de prudência necessária.

Apesar de avanços que o processo registou ao nível da PGR e do Tribunal Supremo, Munguambe garante que estes factos não irão influenciar nas decisões do seu sector.

Refira-se que, segundo a PGR, que se baseou no relatório de Auditoria realizada pela Kroll foram detectados "vários factos susceptíveis de consubstanciar infracções financeiras" tendo por isso, solicitado a responsabilização por parte do Tribunal Administrativo.


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique