TEEN terá paragem única para manuseamento de carga

TEEN terá paragem única para manuseamento de carga

O Terminal Especial de Exportação de Nacala (TEEN) terá uma paragem única para o manuseamento de carga contentorizada, ainda neste ano. A informação foi revelada pela directora geral do TEEN, Luísa Umbane, durante uma visita efectuada pelo corpo directivo da CTA à instituição. Os serviços de alfândegas já estão funcionais no TEEN, mas a infra-estrutura ainda carece de mais entidades para poder tornar-se numa paragem única, também conhecida como “One stop shop”. Segundo a directora da TEEN, a paragem única vai dar mais celeridade ao manuseamento de carga no infraestrutura.

“Já existe um tempo reduzido, mas com a implementação deste one stop shop irá melhorar porque em média os contentores ficam aqui dois dias a três dias. Com a paragem única o transportador não precisara percorrer grandes distancias para ter os serviços, eles estarão num único local”, disse Umbane.

Na TEEN, já funcionam serviços da Alfândega, Polícia e uma equipa multissectorial da Agricultura. O terminal especial funciona em colaboração com as Alfândegas e é especializado na verificação intrusiva de mercadorias contentorizadas.

O terminal movimenta mensalmente 1000 contentores. A madeira, o feijão, a castanha de caju e o gergelim são os produtos mais manuseados no terminal.

No ano passado, o Governo retirou a obrigatoriedade do uso deste terminal para o manuseamento de carga destinada à exportação, em resposta a uma velha preocupação do sector privado. Actualmente o Porto de Nacala e o TEEN são as únicas instituições legalmente autorizadas para a actividade. Entretanto, a maioria dos empresários prefere continuar a usar este terminal, devido à qualidade de infraestruturas.

“Há um problema de má interpretação do próprio despacho onde as pessoas não conseguem perceber que o despacho libera, abre espaço para uso do Porto de Nacala, mas o terminal oferece melhores qualidades e espaço para agregar a carga”, disse o presidente da CTA, Agostinho Vuma.

O presidente da CTA revelou que a instituição vai levar a cabo acções para explicar a classe empresarial sobre os componentes do despacho que retira a obrigatoriedade de uso da TEEN, para que os seus membros possam optar sempre por uma escolha que os beneficie. Vuma disse ainda que o objectivo da CTA é colocar Moçambique no mapa do mundo, como um destino preferencial para investimentos, para tal a organização está disposta a resolver os problemas que minam o ambiente de negócios no país. A fonte disse que a CTA vai trabalhar juntamente com a TEEN e o Governo para acelerar a movimentação e exportações no país.

A comitiva da CTA escalou o TEEN no âmbito das visitas que efetuou na cidade de Nacala para se inteirar das condições oferecidas aos empresários no ramo da Exportação. A instituição reuniu ainda com empresários para de perto auferir as perdas causadas pela depressão tropical que fustigou a zona norte no mês de Janeiro.

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique