Theresa May pede adiamento do Brexit até 30 de Junho

Theresa May pede adiamento do Brexit até 30 de Junho

A primeira-ministra britânica enviou esta sexta-feira uma carta ao presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, solicitando que a data de saída do Reino Unido da União Europeia seja prorrogada até 30 de Julho.

Na carta citada pela Euronews, a ministra britânica diz que o adiamento do Brexit vai permitir que o acordo seja aprovado pelos britânicos antes de 23 de Maio e evitar que o Reino Unido participe nas eleições para o Parlamento Europeu. No entanto, assume que está a preparar a participação nas eleições caso não seja alcançado um acordo no Parlamento britânico.

"O governo vai querer acordar uma data para a ratificação que permita ao Reino Unido sair da União Europeia antes de 23 de maio de 2019 e por isso cancelar as eleições para o Parlamento Europeu, mas vai continuar a fazer preparativos responsáveis para as eleições caso isso não seja possível", garantiu ainda.

Na carta escreve ainda que "não se pode permitir que o impasse continue", pois está a "criar incerteza e a danificar a fé na política" do Reino Unido.

Donald Tusk diz que está disposto a dar mais um ano aos britânicos. Segundo a BBC, o presidente do Conselho Europeu mostra-se a favor de conceder ao Reino Unido um adiamento "flexível" do “Brexit” por 12 meses, até 31 de Março de 2020, no entanto tem de ser aprovado de forma unânime pelos 27 países do bloco europeu.

O Reino Unido tem como data de saída marcada para 12 de Abril mas ainda não foi aprovado nenhum acordo pelos deputados.


 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique