Tóquio cada vez mais longe

Tóquio cada vez mais longe

As “Samurais” perderam ontem diante da Nigéria por 85-51 no primeiro jogo do torneio de qualificação dos Jogos Olímpicos a ter lugar em Belgrado, na Sérvia. Para qualificar-se aos jogos Olímpicos as Samurais terão que vencer os Estados Unidos da América e a Sérvia.   

Se as fadas existem, nós devemos tê-las feito algum mal num passado distante e que se perdeu da memória colectiva, porque perder desta forma com a Nigéria dói demais.

Uma Nigéria que até pareceu estar no nosso alcance no primeiro quarto, onde a seleção nacional de Basquetebol parecia ter tudo sob controlo (vencemos com parcial de 18-19), com jogadas muito bem construídas e uma defesa mais acirrada, impedindo que a Nigéria reagisse a seu bel-prazer.

Mas qual domínio qual quê, a noite reservava uma surpresa, quanto a nós, gigantesca, é só olhar para o facto de termos marcado apenas dois pontos num intervalo de seis minutos, e de, ainda no 2º quarto, termos conseguido apenas nove pontos no total, quando as D’Tigress contabilizaram uns bons 23 pontos.

Endiabrada Promise Amukamara “fez” sangue a Leia Dongue, Ingvild Mucauro e companhia, aliás, ela assumiu-se a partir do segundo quarto como a seta apontada para a vitória nigeriana.

A talentosa base acabou chamando a sí o título da Most Viwed Player (MVP) do jogo terminando o jogo com um saldo de 14 pontos, cinco roubo de bola e ainda mais três assistências.  

Voltando ao jogo. A seleção nacional de basquetebol revelava dificuldades em travar esta seta (Promise Amukamara) e as estatísticas assombrosas eram o reflexo desta dificuldade. Foram 21 turnovers só na primeira parte, ou seja, nos primeiros 21 minutos.  

O terceiro quarto não trouxe muito da seleção nacional de basquetebol, e diferentemente do que se viu em 2003 as “Samurais” pareciam errar cada vez mais, e não conseguiam ajustar a defesa, muito menos lutar com as torres nigerianas nas tabelas.

Leia (Tanucha) Dongue ainda puxou pela com um total de 16 pontos no jogo, mas no quarto quarto nada podia mudar a corrente do jogo, que terminou com a vitoria das D’Tigress por 85 – 51.

Este resultado faz com que as “Samurais” sintam que Tóquio esta cada vez mais distante, já que para lá chegar terá pela frente os Estados Unidos e a Sérvia, apesar de Belgrado estar apenas a cerca de 9.600 quilômetros de Tóquio.  

Os Estados Unidos da América arrumaram a Sérvia e terão pela frente as Samurais, enquanto que a Nigéria terá agora as anfitriãs como adversarias.

As norte americanas já tem o apuramento garantido por terem conquistado a última edição dos jogos Olímpicos, enquanto que as nigerianas, apesar da vitória certamente não pode descansar sobre os louros, mesmo que eles achem que foi dado um grande passo.

 

 

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique