Tóquio mantem-se e Moçambique sonha

Tóquio mantem-se e Moçambique sonha

Comité Olímpico Internacional mantém a realização dos Jogos Olímpicos para Julho e Agosto próximo, mas alerta que caso a situação do Covid-19 piore a decisão pode ser alterada.

Numa reunião de emergência forçada pela pandemia Covid-19, os Comités Olímpicos reuniram de forma, no mínimo atípica para o que se via nas reuniões dos Comités.

Bloco de notas, caneta e um computador ligado a internet, Comités Olímpicos de África, a semelhança dos outros, debateram a velocidade da Internet, o adiamento ou não dos Jogos Olímpicos.

Das videoconferências o Comité Olímpico Internacional (COI) “bateu o pé no chão” e mesmo sob ameaça da pandemia do Covid-19, mantém forte esperança de uma melhoria situacional, e consequentemente mantém as datas da realização dos Jogos Olímpicos.      

“Até este momento, e até que se prove o contrário, até o anúncio em contrário, tudo indica que os Jogos vão ter nas datas previstas” garantiu o secretário-geral do Comité Olímpico de Moçambique, Penalva César.

O secretário-geral garantia, assim, que os Jogos Olímpicos vão mesmo se realizar de 24 de Julho a 8 de Agosto em Tóquio. Aliás, é no espaço temporal até a realização das Olimpíadas que reside parte da esperança de combate a pandemia do Covid-19.  
“É importante verificarmos que temos ainda quase cinco meses, e com todo engajamento de todas as forças desde a organização mundial da saúde, esta toda a gente comprometida para encontrar soluções” explicou César.  

Se as soluções não chegarem a tempo, as modalidades que não disputaram os jogos de qualificação poderão classificar-se de acordo com o actual ranking mundial e continental.  

“Neste momento nos temos 57% dos atletas qualificados, faltam-nos 43%, e estes ou vão completar as provas de qualificação se o tempo permitir, ou as federações internacionais vão tomar medidas que vão de encontro com aquilo que são as qualidades e o Ranking” disse explicando depois que trata-se do “posicionamento mundial e continental dos atletas que estão envolvidos” rematou.  

Moçambique tem cinco atletas que já garantiram o bilhete para aos Jogos Olímpicos nas modalidades de Vela e Box.

O surto de Covid-19, detetado em Dezembro, na China, e que pode causar infeções respiratórias como pneumonia, provocou cerca de 8.957 mortos e infetou mais de 221.416 mil pessoas no mundo.

Das pessoas infetadas, cerca de 84 mil recuperaram.

Além de 2.983 mortos na China, há registo de vítimas mortais no Irão, Itália, Coreia do Sul, Japão, França, Hong Kong, Taiwan, Austrália, Tailândia, Estados Unidos da América e Filipinas.

 


 

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique