Uma homenagem com lágrimas, Naite Chissano rende-se ao pai

Uma homenagem com lágrimas, Naite Chissano rende-se ao pai

Um discurso emotivo. Pintado de lágrimas e alguns soluços. Esse foi o de Naite Chissano, que, nesta tarde, na Arena 3D, na Katembe, apresentou-se sob os holofotes para falar daquele que, afinal, não nasceu apenas para ser seu pai, mas de uma nação inteira: Moçambique.

O filho do antigo Presidente da República, neste almoço de homenagem alusivo aos 80 anos de idade de Joaquim Chissano, iniciou a sua intervenção dizendo que ele e os seus irmãos, desde cedo, aprenderam que o pai era avô, irmão e amigo de milhões de moçambicanos. “Sempre aceitamos esse facto com naturalidade, reconhecendo o excelente trabalho feito por ele no país, em África e no mundo. Orgulhamo-nos muito por ser parte da grande família de Joaquim Chissano”, afirmou um dos filhos do antigo Chefe do Estado ao falar em nome da família Chissano.

Não obstante, Naite Chissano acrescentou ainda que não seria possível Joaquim Chissano ser o que é hoje se ele e os irmãos não tivessem tido Marcelina Chissano, que soube ser mãe e pai, quando o antigo Presidente da República esteve ausente em missão de serviço. 

Contudo, mesmo reconhecendo o grande papel de Chissano na afirmação do Estado moçambicano, Naite confessou que no simpósio de ontem compreendeu uma outra magnitude do antigo Presidente. O auge da emoção surgiu a essa altura. De repente, no discurso que estava a ser proferido sem sobressaltos, houve um silêncio. Naite deixou escapar algumas lágrimas. Pediu desculpas por isso. O auditório, onde também se encontrava o Presidente da República, Filipe Nyusi, entendeu o homem. Bateu palmas. Naite recuperou o fôlego na Arena 3D. Continuou a falar mais um pouco, que não queria exceder os cincos minutos que lhe foram concedidos pela organização do evento. “É a primeira vez que falo do nosso pai numa sessão com tanta multidão como esta. Mas o que eu queria dizer é que ele é insubstituível. Com os seus ensinamentos vamos conseguir valorizar a sua obra na medida do possível”.

Terminou a intervenção. Naite foi abraçar calorosamente o pai, e, depois, a mãe. Do auditório voltaram a ouvir-se palmas.


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique