UniLúrio lança programa de pesquisa para minimizar impactos negativos no ambiente

UniLúrio lança programa de pesquisa para minimizar impactos negativos no ambiente

A Universidade Lúrio vai lançar um programa de pesquisas para assessorar o governo a minimizar os impactos negativos no ambiente e nas comunidades com os mega projecto da indústria extractiva.

A província de Cabo Delgado prepara-se para ser a capital nacional do gás natural nos próximos anos. O avanço da indústria extractiva constitui uma oportunidade de desenvolvimento, mas os acadêmicos chamam atenção para os impactos dessa actividade industrial.

Com o tema Biodiversidade, mudanças climáticas e desenvolvimento sustentável, a Universidade Lúrio realiza a primeira conferência em Pemba, juntando pesquisadores nacionais e estrangeiros.

O governo definiu como um dos seus pilares, assegurar a gestão sustentável dos recursos naturais e ambiente, para isso, dizem os pesquisadores, as comunidades devem ser colocadas no centro das políticas.

Um dos exemplos da integração entre as áreas de conservação e as comunidades é o Parque Nacional da Gorongosa que está a desenvolver um projecto de produção de café na serra da Gorongosa para incentivar a preservação da floresta.

E da parceria entre a Universidade de Aveiro, em Portugal, e a Unilúrio, resultou num projecto de criação sustentável de peixe em aquacultura, com métodos inovadores.

A conferência de biodiversidade e mudanças climáticas contou com o governador da província de Cabo Delgado na abertura oficial e termina esta terça-feira.


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique