Universidade Politécnica presta apoio jurídico e psicológico gratuito à comunidade na Moamba

Universidade Politécnica presta apoio jurídico e psicológico gratuito à comunidade na Moamba

No âmbito das celebrações do Dia Internacional do Estudante, a unidade de extensão universitária da Politécnica promoveu, no sábado, 17 de Novembro, na vila de Moamba, na província de Maputo, a II Caravana Jurídica 2018, que consistiu na prestação de assistência jurídica e atendimento psicológico gratuitos à comunidade daquele distrito, bem como a emissão de Bilhetes de Identidade (BI), atribuição de Número Único de Identificação Tributária (NUIT), registo de nascimentos e doação de sangue.

Trata-se do prosseguimento de acções, que a maior universidade privada do país tem vindo a desenvolver desde a sua criação, há 23 anos, baseadas na sua firme convicção de que pode contribuir para a transformação do mundo à sua volta, através da formação sólida dos seus estudantes, incutindo-lhes o espírito de complementar a formação teórica com a componente prática.

A propósito da II Caravana Jurídica 2018, levada a cabo em coordenação com o Ministério da Saúde, Autoridade Tributária de Moçambique,  Registo e Notariado, Direcção Nacional de Identificação Civil e o Instituto de Patrocínio e Assistência Jurídica (IPAJ), o reitor da Universidade Politécnica, Narciso Matos, referiu que o mais importante é o que os estudantes do curso de Ciências Jurídicas aprendem nesta interação com a comunidade.

“É uma aprendizagem, uma interacção directa com a comunidade e os seus problemas, alguns dos quais básicos e de fácil resolução e constitui um teste da realidade, pois para alguns dos nossos estudantes é a primeira vez que saem da grande cidade para vivenciar uma outra realidade”, frisou.

Segundo consta, a jornada de assistência jurídica e atendimento psicológico marca um dos momentos desta prática da Universidade Politécnica e é neste âmbito que tem estabelecido parcerias estratégicas com diversas instituições nacionais e estrangeiras, na promoção de acções com impacto junto à comunidade, o que ocorre geralmente na fase final da formação do estudante, em que este tem a oportunidade de demonstrar a capacidade de integração e assimilação das exigências do mercado de trabalho, em particular, e da comunidade, em geral.

Abordada no local, a administradora do distrito de Moamba, Guilhermina Gaspar Kumagwelo, louvou a iniciativa da Universidade Politécnica, considerando-a muito proveitosa, particularmente por combinar vários aspectos de interesse da população, como a saúde, emissão de documentos pessoais essenciais e as componentes cultural e jurídica.

“O facto de as pessoas terem acorrido em massa para este local prova a importância das acções desenvolvidas no âmbito desta Caravana Jurídica para a nossa população”, indicou a administradora, ajuntando que iniciativas do género concorrem para o desenvolvimento socioeconómico do distrito.

Filipe Bila é um dos participantes na II Caravana Jurídica da Universidade Politécnica, que num acto de solidariedade doou sangue. “Tenho consciência de que este meu gesto pode salvar uma vida, pois as unidades sanitárias do País têm registado uma grave carência deste líquido vital”, contou o dador, salientando a necessidade de criação do hábito de doar sangue.


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique