Vale “resgata” mais de 200 trabalhadores em Moçambique

Vale “resgata” mais de 200 trabalhadores em Moçambique

A mineradora brasileira Vale enviou uma aeronave da Ethiopian Airlines para transportar mais de 200 trabalhadores da mina de Moatize, em Tete, Centro de Moçambique. O regresso a Brasil está previsto para esta quinta-feira.

Um voo da Ethiopian Airlines é esperado esta quinta-feira, no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Brasil, abordo mais de 200 trabalhadores da Vale em Moçambique, em causa a pandemia do novo Coronavírus.

Segundo revelou ao “O País”, fonte segura desta mineradora em Maputo, trata-se de um grupo com elevado risco de contaminação do Covid-19.

“Mas convém clarificar que o regresso desse grupo foi opcional, pois ainda temos quadros brasileiros da Vale em Moçambique. Agora trabalhamos a partir de casa”, explicou o Departamento de Comunicação da Vale em Maputo.

A escolha de um avião Boeing 787 Dreamliner, da companhia etíope, deve-se ao facto da maior parte das ligações aéreas com destino a Moçambique estar suspensa devido a pandemia do novo Coronavírus.

A partir dos escritórios da Vale no Brasil, o grupo informa ainda que está a actuar em conformidade com os protocolos de saúde e segurança estabelecidos pelas autoridades e agências de cada um dos países em que opera e está a acompanhar o desenvolvimento da situação.

 

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique