Vamos a isso!

Vamos a isso!

27 dias depois de se terem defrontado no pavilhão de Lobatse,  a 70 quilómetros  da capital do Botswana, Gaberone,  em jogo da primeira jornada da fase preliminar da zona VI da  Taça dos Clubes Campeões Africanos de basquetebol em seniores femininos, Ferroviário de Maputo e D'Agosto voltam a cruzar caminho, desta feita no multiusos do Kilamba.

É, de resto, um jogo que irá definir o vencedor do grupo “B” e o cruzamento na segunda fase da competição continental de clubes em seniores femininos.

Isto porque, diz o seu historial na prova, são as equipas mais fortes deste agrupamento que conta ainda com o KPA do Quénia e o DCMP da RD Congo.

Na quadra do pavilhão multiusos do Kilamba, estaremos em presença de duas equipas que se conhecem muito bem, porquanto protagonizaram  a  final de 2006, em Libreville, Gabão, na qual as angolanas levaram a melhor.

Ano passado, em Maputo, o Ferroviário afastou o 1º de Agosto nas meias-finais da Taça dos Clubes Campeões Africanos.

As "locomotivas" venceram, a 3 de Dezembro de 2016, as "militares" por dez pontos de diferença: 68-58.

Recuando no tempo, fica o registo de 13 pontos contabilizados por Anabela Cossa, ela que foi secundada pela americana Brean Eduards, com dez.

Do lado do D'Agosto, a  moçambicana Leia "Dongue" foi a melhor cestinha com 17 pontos. Insuficientes, porém, para travar a marcha "locomotiva" para a final.

A 20 de Outubro de 2017, as campeãs nacionais derrotaram o D'Agosto por 68-55, na fase preliminar disputada no Botswana.

Inspiradissímas,  Inguivild "Inga" Mucauro  e Anabela Cossa estiveram em destaque, do lado do Ferroviário de Maputo, ao contabilizarem 16 e 15 pontos, respectivamente.

Campeãs africanas

Do leque das 12 jogadoras que representam o Ferroviário de Maputo na Taça dos Campeões Africanos de basquetebol, cinco já conquistaram a competição.

Trata-se de Inguivild Mucauro, Anabela Cossa, Odélia Mafanela, Elizabeth Pereira e Rute Muianga.

Curiosamente, todas elas fizeram parte da extinta equipa da Liga Desportiva de Maputo que, em 2012, conquistou a Taça dos Clubes Campeoes Africanos de basquetebol ao vencer na final o Interclube de Angola, por 53-43.

Rezam as crónicas que, ao intervalo, a extinta Liga Desportiva vencia por 29-19, contabilizando parciais de 18-9 e 11-10 no final do primeiro e segundo quartos, respectivamente.

O terceiro quarto teve o Interclube no controle sendo que no final desta etapa vencia pelo parcial de 18-13.

No quarto e derradeiro quarto, o conjunto então orientado por Nasir "Nelito" liderou com o parcial de 11-6.

Clarisse Machanguana, retirada agora do basquetebol, foi considerada jogadora mais valiosa da prova (MVP).

No cinco ideal da prova, a extinta equipa da Liga Desportiva teve três jogadoras, nomeadamente Leia "Tanucha" Dongue, Clarisse Machanguana e Deolinda Ngulela.

D'Agosto com americana só para contrariar

Com dois títulos conquistados em 2006, em Libreville, Gabão, e 2014, em Angola, o 1º de Agosto pretende voltar ao pódio nesta competição continental de clubes.

Para o efeito, contratou Alicia Devoughn, poste americana de 26 anos. É uma jogadora referenciada como tendo evoluído na NCCA, Espanha e França.

Pelo que, diga-se, Jaime Covilhã, treinador do 1º de Agosto, espera ter maior consitência nas tabelas.

Esta tem como colega a competente basquetebolista moçambicana Leia Dongue, jogadora muito forte que tem liderado a sua equipa em termos de pontuação e ressaltos.

Fora isso, Covilhã conta com um leque de jogadoras novas e algumas antigas, tais são os casos da base Rosa Gala, Fineza Eusébio, Sónia Ndoniema, Avelina Peso, Helena Viegas, Isabel Simba, Elisabeth Mateus, Adalberta Candeias e Ana Gonçalves.

Ana Gonçalves, o Ferroviario de Maputo esta avisado, é uma jogadora muito forte ao nível do tiro exterior.

Na sua estreia na prova, o D'Agosto venceu a 11 de Novembro, dia da independência de Angola, o KPA do Quénia por 75-43.


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique