Cruz Vermelha critica processo de resgate em casos de tragédia

O momento é de muito trabalho e apesar de se dizer que a esperança é a última a morrer, a verdade é que ao fim de 10 horas de trabalhos de resgate, a convicção de se encontrar pessoas com vida ficava cada vez mais escassa.

São corpos e até pessoas com vida que podiam ser resgatadas com facilidade se houvesse uma integração de todos os intervenientes ligados à busca e salvamento.

Até 2016, devia ter entrado em funcionamento o aterro sanitário de Matlemele para servir os municípios de Maputo e Matola, mas até aqui o projecto não saiu do papel, mesmo com o dinheiro disponível.

Som ambiente da escavadora na lixeira de Hulene
E perante um cenário de tragédia, a mesma fonte disse que não era fácil evitar…
 

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique