Yamandu Costa aquece noite de Maputo

Yamandu Costa aquece noite de Maputo

O instrumentista brasileiro Yamandu Costa brindou, ontem, aos citadinos de Maputo com alguns números musicais. O evento decorreu numa das salas do Conselho Municipal de Maputo e enquadrou-se no Festival Internacional de Jazz de Maputo.

A sala nobre do Conselho Municipal ficou pequena para várias figuras que testemunharam ao espectáculo do músico brasileiro Yamandu Costa. Afinal não era para menos. Era o Jazz a cruzar culturas, pelos caminhos do Festival Internacional de Jazz de Maputo.

Yamadu levou os presentes a viajarem por uma mistura de ritmos do Brasil, convergidos em um género musical: o Jazz.

E mesmo para fazer jus à ideia de que o Jazz não tem fronteiras, ao brasileiro Yamandu Costa juntou-se o moçambicano Moreira Chonguiça.

Moreira Chonguiça, patrono do projecto More Promotions, responsável pela vinda de Yamandu ao país, disse que o evento ajuda a colocar Moçambique na rota internacional da cultura e turismo.

Filho da cantora Clary Marcon e do multi-instrumentista e professor de música Algacir Costa, Yamandu começou a estudar violão aos sete anos de idade com o pai, líder do grupo Os Fronteiriços.

Yamandu toca estilos diversos como choro, bossa nova, milonga, tango, jazz, samba e chamamé, difícil enquadrá-lo em uma corrente musical principal, dado que mistura todos os estilos e cria interpretações de rara personalidade no seu violão de sete cordas.

Foram “embalados” pelos sons de Yamandu, ontem, membros do Governo, embaixadores, diplomatas, empresários, entre outras personalidades.

 

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique